https://agenciaalper.com.br/
×

Solicitar Contato

Entraremos em contato o mais rápido possível!

Estamos enviando sua solicitação.
Por favor, aguarde...
Recebemos sua solicitação.
Logo entraremos em contato.
Ocorreu um erro na solicitação.
Recarregue a página e tente novamente ou entre em contato com nosso suporte.

Os tipos de sites e suas principais características

Os tipos de sites, quando a Internet ainda estava se popularizando, se apresentavam estáticos e contavam apenas com blocos de textos e, em menor grau, com imagens e fotos para compor sua estrutura.

Apesar do início simples, as coisas mudaram com o tempo e eles começaram a apresentar mais e melhores opções, com o surgimento de diversas características especiais, responsáveis por dar identidade a cada um deles.

Assim sendo, todo esse movimento foi um reflexo de diferentes necessidades, desejos e expectativas, desenvolvidas tanto pelos visitantes quanto pelas empresas responsáveis por fazer criação de site.

A partir disso, a concorrência no ambiente virtual se expandiu a níveis parecidos com o mundo real. Por conta desse desdobramento, as empresas precisaram criar diferentes abordagens estratégicas.

Portanto, para que os negócios na Internet consigam prosperar, é preciso conhecer os tipos de sites que existem, assim como quais deles são os melhores para cada negócio e para os propósitos das empresas.

Estabelecer esse ponto de partida, conhecendo bem o mercado para o qual se pretende atuar, é importante e fundamental para construir uma presença digital eficaz, e que se torne referência para o mercado.

Confira abaixo os tipos de sites disponíveis na Internet, quais são as principais características de cada um e como selecionar aquele que melhor se adapta ao seu modelo de negócio.

Como escolher os melhores tipos de sites para meu negócio?

De todo modo, é difícil saber como escolher o melhor tipo de site, principalmente nos casos em que desconhecemos quais são as opções disponíveis. Mas pensando nisso, elaboramos este texto, para que você possa compreender e escolher por si próprio.

Durante a evolução da internet, muitos foram os tipos de sites que surgiram, apresentando características bem definidas. Um dos exemplos de maior sucesso foram os blogs, que apresentavam uma identidade simples e fácil de classificar.

Porém, nem todo site pode ser enquadrado em um determinado tipo, e tampouco é fácil reconhecer a categoria a qual ele pertence. Principalmente porque existem domínios que apresentam características muito diferentes dentro da sua unidade.

Desse modo, existem sites que contém partes do conteúdo parecidas com a de um site institucional, outras que são características de lojas virtuais e partes que podem muito bem cumprir o papel de blog, por exemplo.

Ou seja, antes de entender o papel que um site possui, deve-se compreender que ele pode assumir formatos diferentes para, só então, receber a classificação formal indicada e que corresponda aos interesses da empresa e do público. 

Assim sendo, é importante emitir uma classificação quanto ao seu tipo. Isso permite que a empresa enxergue qual a função primária que ele possui. Outro ponto chave essencial, é o público ao qual ele se destina.

Em alguns casos, mais importante até do que o público-alvo, é a persona. Ela é a classificação mais específica e detalhada que se dá a um visitante. Uma empresa e seu site, podem (e devem) direcionar o foco a  essa persona, podendo haver mais de uma.

Dessa maneira, para definir o tipo de site mais adequado ao seu negócio, deve-se começar por definir a função que o site terá e quem serão as personas para as quais o site deverá falar. Também é preciso mostrar os problemas e perguntas que se pretende resolver. 

Pela explicação acima, deve ter ficado claro que é possível ter mais de um tipo de site, ou que nem sempre ele precisa ser tipificado. O mais importante é que ele atenda a um propósito específico. 

E lembre-se: não é porque todos dizem que uma empresa deve ter um site, que a sua criação e manutenção é obrigatória. Tendo isso em mente, confira abaixo os tipos de sites para que você faça a melhor escolha!

Site institucional

Os sites institucionais funcionam como um cartão de visitas online, mas podem apresentar pouco efeito em termos de conversão para visitantes não familiarizados com o seu negócio. Deve-se escolher esse tipo com cautela.

São sites que contam com seções descritivas sobre a empresa, assim como sobre seus produtos e serviços. Também apresentam uma área sobre “quem somos” e uma página de contato.

Nesta última, normalmente estão disponíveis os canais de atendimento. Esse é o padrão básico dos sites institucionais mais simples e que muitas empresas possuem, sendo bastante limitados sobre o que se entende por marketing de conteúdo.

Justamente por conta do conteúdo limitado, novas estratégias estão sendo aplicadas para potencializar o alcance deste modelo de site, com ações de Marketing Digital, com o intuito de atrair mais visitantes.

Caso não aconteçam ações ativas, o site só aparecerá nas páginas de resultados dos motores de busca, se os termos estiverem especificamente relacionados à empresa e às suas marcas. 

Algumas exceções podem surgir, principalmente quando se trata de empresas e marcas conhecidas. Porém, quase sempre são sites institucionais muito bem elaborados e referenciados por outros sites.

Mas não é impossível obter bons resultados com este tipo, principalmente se houver um bom trabalho de SEO no site, investindo em seu conteúdo. Além de apresentar informações e produtos da empresa, deve-se criar uma página bastante vendável.

Algumas dicas para potencializar esse trabalho são disponibilizar informações completas sobre os produtos da empresa, principalmente os mais procurados, além de downloads de manuais, tutoriais de uso, características técnicas e benefícios, entre outros.

Blogs

Um dos tipos mais populares de sites, os blogs possuem características específicas que os tornam um verdadeiro sucesso. Entre as principais, estão a facilidade de criação e manutenção, a versatilidade e riqueza de conteúdo, entre outros.

No início, os primeiros blogs a ganharem espaço foram os pessoais. Mas com o passar do tempo, as empresas enxergaram nesse tipo um meio muito eficaz de atrair o público desejado.

Utilizando uma linguagem menos formal e se aproximando do modo de se expressar dos consumidores, as empresas conseguiram produzir conteúdos práticos e úteis.

Como característica principal dos blogs está a produção de conteúdo, normalmente com foco em um assunto específico ou que possua relação, como música e cinema, por exemplo.

Dessa maneira, conteúdos associados também tendem a ser bastante positivos, principalmente por potencializar o aspecto institucional das empresas, impulsionando as suas marcas.

Loja virtual/E-commerce

Tipo bastante popular nos dias atuais, as lojas virtuais, conhecidas também como e-commerce, cresceram de forma exponencial. A segurança garantida pelas novas tecnologias trouxe facilidade e benefícios para os consumidores.

A criação de uma pequena loja virtual é algo simples, e até mesmo para criar um grande projeto, não é necessário enfrentar grandes desafios e investimentos para impulsionar o setor.

Se antes era preciso começar do zero, hoje é possível contar com equipes de programadores e web designers para cuidar de todo o processo de criação, cuidando de aspectos como segurança, hospedagem e navegabilidade, entre muitos outros.

Site one-page/mini-site

Com um crescimento considerável nos últimos anos, esse tipo de site é usado por quem possui pequenos negócios, ou precisa divulgar um produto com eficiência. A grande vantagem é que são sites fáceis de administrar.

Assim sendo, eles resumem todo o conteúdo da empresa em uma única página, normalmente subdividida por seções que podem ser acessadas nesse mesmo local, transformando a navegação em algo dinâmico. 

Esses tipos de sites atendem muito bem a audiência jovem, acostumada a uma linguagem rápida e intuitiva, e que possui preferência por conteúdos simples e diretos. Com o conteúdo oferecido de maneira linear, a leitura torna-se fluida, facilitando a experiência do cliente.

Por oferecer informação com rapidez, esse tipo anda sendo bastante utilizado por escolas, empresas de marketing e universidades, além de indústrias de hardware, servindo como modo de evolução para o tipo seguinte que iremos abordar.

Hotsites

Surgido nos primeiros anos da internet, o hotsite foi responsável por reunir as primeiras ações de Marketing Digital. O objetivo desse tipo de site é destacar um assunto ou tema, por um tempo determinado.

Normalmente são sites temporários, que saem do ar após um prazo determinado, quando a ação em si já foi encerrada. Como a duração deles é curta, é preciso estabelecer ações mais ativas de Marketing Digital para garantir uma boa visibilidade.

Landing Pages

As chamadas “páginas de aterrissagem” são assim denominadas por serem o local em que o visitante realiza um acesso através de links de outras páginas, SERP ou e-mail marketing. É um tipo preparado para atender, especialmente, esse processo. 

Dessa maneira, a landing page não é um site completo e possui semelhanças com o one-page/mini-site. Seu principal objetivo é trabalhar todo o conteúdo em uma única página, com foco na apresentação do produto ou serviço.

Assim sendo, podem ocorrer procedimentos como a geração de leads, conversão e venda, ou até mesmo o preenchimento de um cadastro. Através da landing page, pode-se medir os resultados da ação de marketing e da qualificação de leads.

Fóruns de discussão

Um dos formatos de conteúdo mais antigos, os fóruns possuem muitas características consideradas específicas, mas a mais comum (e determinante) para o seu sucesso e popularização é a administração.

A grande participação dos visitantes é o que caracteriza um fórum bem sucedido. A forma como eles colaboram para as discussões, não apenas lendo, mas produzindo o conteúdo, é determinante para o seu alcance.

O conteúdo dos fóruns é composto por postagens, threads ou tópicos, com os visitantes interagindo às perguntas e respostas realizadas pelos usuários sobre determinados assuntos, impulsionando esses componentes.

Os responsáveis por controlar a inserção dos conteúdos são os administradores e moderadores do fórum, que possuem como principais atribuições a filtragem dos conteúdos, e verificando a adequação deles às políticas de uso e de participação.

Como a composição da audiência passa por pessoas com diferentes níveis de conhecimento, isso é excelente para promover a interação de diferentes ideias e promover a interação de modo construtivo e saudável.

Sites de conteúdo

Os sites de conteúdo foram responsáveis por gerar grandes páginas da Internet no passado. Hoje em dia, eles ainda existem, mas em uma proporção menor da que era encontrada antigamente.

Assim sendo, de uma forma parecida com a aplicada pelo blogs, os sites de conteúdo possuem especialização em um tema ou assunto específico, com o desenvolvimento de conteúdos relacionados a esses fatores.

Desse modo, a proposta dos sites de conteúdo é a de abordar, da forma mais completa possível, tudo o que for relacionado ao assunto em si, de modo a atender todas as demandas dos usuários interessados.

Da mesma forma que alguns fóruns, os sites de conteúdo acabam se tornando excelentes alternativas para que empresas realizem inserções de publicidade, impulsionando segmentos específicos de seus negócios.

Entretanto, os sites de conteúdo apresentam alguns fatores que os diferenciam de blogs, como o sistema de navegação, que apresenta seções e categorias parecidos com os de um site institucional, com conteúdo, formatação e design bem característicos.

EAD (Ensino à Distância)

A popularização dos sites de EAD se deu por conta do distanciamento social que a pandemia de coronavírus impôs sobre a rotina de todos, mas deriva também da oferta de bons CMSs em sua construção.

Esses sites unem, no mesmo espaço, recursos audiovisuais, áreas de professores e alunos e diversas ferramentas didáticas, para dinamizar o ensino e aproximá-lo da qualidade ofertada nas salas de aula convencionais.

Dessa maneira, além do seu uso pedagógico, algumas empresas estão utilizando essas plataformas para oferecer treinamentos a seus colaboradores, principalmente se eles encontram-se distribuídos em diversos espaços geográficos diferentes.

Portais de conteúdo

Mais completos que os sites de conteúdo, os portais reúnem uma grande quantidade de conteúdo, informações e dados, oferecendo uma excelente diversidade de temas abordados.

Os portais de conteúdo contam com notícias e matérias sobre economia, política, esportes, cultura, lazer, tecnologia, atualidades e demais seções, que condensam informações voltadas a alcançar públicos de diferentes características.

Alguns sites de conteúdo são incorporados a esses portais, produzindo conteúdos específicos sobre determinados temas, com a monetização ocorrendo de modo a obedecer a propósitos estratégicos.

Tutoriais e DIY

O site de tutoriais (ou DIY = Do It Yourself, ou faça você mesmo) são praticamente a mesma coisa. Ele corresponde ao ensinamento de diversos procedimentos que possam ser realizados pelo usuário, desde instalações de programas de computador, até atividades manuais.

Dessa maneira, eles são destinados a atender as pessoas que gostam de fazer as coisas por conta própria, ou que em determinados casos, não podem pagar para realizar o serviço apresentado.

São conteúdos que estão crescendo consideravelmente nos últimos tempos, e são utilizados tanto para estratégias de SEO quanto de publicidade, contando com boas ferramentas de Inbound Marketing e patrocínios de diversas empresas.

Conclusão

Os tipos de sites podem variar por conta do conteúdo disponibilizado, de seu formato ou do público para quem se destina. É preciso, para obter sucesso na internet, compreender as características de cada um desses tipos, para montar a melhor estratégia.

A Agência Alper possui atendimento e funcionários especializados em estratégias de Marketing Digital, com ações que impulsionam o tráfego e as vendas do seu site. Fale conosco para verificar qual possibilidade se encaixa dentro do seu negócio!



Deixe uma resposta